[ editar artigo]

Fotos de Surf - Como eu ganhei dinheiro apenas com uma GoPro?

Fotos de Surf - Como eu ganhei dinheiro apenas com uma GoPro?

Comecei a fazer fotos de Surf com a minha primeira GoPro, uma Hero 6 Black, em 2017. Apesar de pequena, descobri que a câmera poderia me render uma grana extra nas minhas idas à praia.

No começo, ia a praia apenas o final de semana, chegava cedo para fotografar os surfistas de dentro da água. Volta e meia conseguia algum cliente. Assim, fui começando a ir à praia quase todo dia, bem cedo, ficava a cerca de uma hora na água e depois voltava pra casa.

mesmo competindo espaço com outros fotógrafos na praia, com suas DSLRs e caixas estanque enormes, sempre consegui meus cliente, ou seja, é super possível! Com o tempo a gente vai ganhando experiência e intimidade com o equipamento e isso é muito importante!

Por isso, hoje venho compartilhar algumas DICAS e configurações:

1. MODO: A vantagem de usar o BURST nas fotos de surf é que você Consegue capturar o movimento do surfista durante alguns segundos, captando boa parte da ação para escolher a melhor imagem. Eu costumo usar o 10/3, pois assim o cartão de memória demora mais para encher e eu fico com um bom número de opções para escolher e mostrar pro cliente.

2. POSICIONAMENTO:  como a GoPro é uma câmera com lente fisheye, as melhores fotos são aquelas em que ficamos beeeem perto do surfista. Por mais perigoso que pareça, é só uma questão de prática! Com o tempo você vai entendendo a dinâmica dos surfistas e já se antecipa. Eu prefiro ficar perto da arrebentação, pois sei que o surfista vai passar por ali em algum momento. Quando a pessoa estiver remando você já se posiciona e observa o movimento. Nas minhas melhores fotos eu estava cara a cara com o surfista!

3. ACESSÓRIOS: Como estamos no mar, com ondas, em uma condição não muito favorável, o melhor a fazer é deixar sua câmera GRANDE! Para isso eu uso o Triad Grip da Gopole, que me dá mais estabilidade e também me permite prender no pulso. Esse acessório é um tipo de bandeja com duas manoplas que você pode usar com vários outros acessórios, mesmo fora d’água!

4. VENDAS: por último, mas não menos importante, as vendas! Se não tiverem um fotógrafo no mesmo ponto, ótimo, mas, caso contrário, divida o espaço com eles e mostre respeito. Em geral eles já estão acostumados a trabalhar ali há muito mais tempo, e a antiguidade é posto! A maioria dos clientes, em geral, são os alunos de surf! Eles gostam de ter suas imagens e costumam comprar as fotos, bem mais que os profissionais, por isso, busque professores e escolinhas e faça parcerias!
 

E aí, curtiu as dicas? Se tiver dúvidas ou quiser outras dicas, deixa o seu comentário aqui ou me chama no instagram.com/h2oaventuras 

GOPRO NA PRÁTICA
Victor Bezerra
Victor Bezerra Seguir

Comecei a fotografar na água por volta dos 10 anos de idade com uma câmera descartável! Depois, muitas compactas à prova d'água usei até ganhar a primeira GoPro, uma Hero6 Black. Foram alguns anos de companhia até fazer o upgrade para a Hero7 Black

Ler conteúdo completo
Indicados para você